AVSI COMUNICA /

EQUIPE DE CONSERVAÇÃO DA VEGETAÇÃO JÁ REPRODUZIU 8.000 MUDAS

A meta da equipe é chegar 90 mil mudas ao final do Programa
Publicada em 14/05/2014

O trabalho do programa de conservação da vegetação do Plano Básico Ambiental Indígena (PBAI) vem rendendo bons frutos. Após a etapa inicial do Programa – de treinamento de monitores em coleta de sementes e práticas viveiristícas – cerca de 50 espécies de vegetação já foram identificadas nas terras indígenas e 18 delas estão sendo reproduzidas no canteiro provisório de mudas que foi construído em Pernambuco.

 

De acordo com o coordenador técnico do PBAI, Célio Muniz, a produção deverá ampliar ainda mais. “Hoje, considerando um mês e meio de trabalho, já temos 8.000 mudas. Nossa meta é chegar 90 mil ao término do Programa, em maio de 2015”, assegurou Muniz.

 

A qualidade das mudas produzidas é um fator determinante para o sucesso de plantios de restauração florestal, por isso, alguns critérios são considerados fundamentais para a atividade. Desde o início da operação da sementeira provisória estão sendo utilizadas técnicas com altos parâmetros de qualidade, tais como, utilização de substrato adequado, boa relação de parte aérea/sistema radicular, boas condições fitossanitárias e boa rusticidade são características desejadas na produção.

 

Além disso, torna-se fundamental a capacitação e o trabalho dos monitores locais para a viabilização da produção de mudas com alta qualidade. “Não esperava fazer tudo que fizemos embaixo de uma árvore. Apesar de já trabalhar na roça, aprendi muito”, comentou Antônio Carlos, um dos monitores treinados para o Programa de vegetação.



Links relacionados

Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail

Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.