AVSI COMUNICA /

METODOLOGIA APAC É APRESENTADA À UNIÃO EUROPEIA

Asier Santillan ficou impressionado com a metodologia aplicada no cotidiano da unidade prisional
Publicada em 21/10/2014
Uma das características das APACs é a ausência de policiais nas unidades prisionais Um dos recuperandos conduz os visitantes na APAC de Santa Luzia Além do representante da UE, parceiros também participaram da visita

A APAC de Santa Luzia, localizada na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), recebeu a visita Asier Santillan, recém-chegado ao Brasil para atuar na área de cooperação da Delegação da União Europeia (UE) no país. O objetivo da visita realizada no início do mês foi conhecer um dos projetos financiados pela UE.

 

Por meio do Instrumento Europeu de Promoção da Democracia e Direitos Humanos (IEDDH), a UE contribui para a realização do projeto Além dos Muros, que busca fortalecer as Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC).

 

Santillan conheceu além da estrutura, os cursos de qualificação realizados, as oficinas de laborterapia, as unidades produtivas e, principalmente, pode perceber como a metodologia é aplicada na rotina dos condenados.

 

Contente, o visitante afirmou que “conhecer a metodologia já a torna muito interessante, mas perceber como ela é de fato colocada em prática e ouvir isto das pessoas que a vivenciam, ou seja, dos detentos, é completamente diferente”.

 

O juiz coordenador do Programa Novos Rumos do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Dr. José Ricardo Véras, enfatizou a importância da parceria com a AVSI e União Europeia e pediu que cada pessoa que visite a APAC e conheça o trabalho leve a mensagem para a sociedade. “Para que todos saibam que há um trabalho sendo realizado, que oportuniza a ressocialização a quem cometeu crime”, conclui.

 

Além da APAC de Santa Luzia e do escritório da AVSI em Belo Horizonte, Santillan conheceu outra experiência que conta com o aporte da EU, o Centro de Educação para o Trabalho Virgilio Resi (CEDUC), na capital mineira. A diretora do Centro, Elenice Matos, contou detalhes sobre a formação de jovens aprendizes na instituição.

 

APAC Santa Luzia

 

A unidade prisional de Santa Luzia é maior APAC do estado de Minas, em termos de estrutura construída. Abriga 142 recuperandos em cumprimento de pena nos regimes semi-aberto e fechado.

 

Na visita, Santillan foi acompanhado pela AVSI e ainda pelos parceiros do Além dos Muros, sendo TJMG, Instituto Minas Pela Paz, FBAC, Defensoria Pública, além da presença dos parceiros fundadores da APAC de Santa Luzia – Arquidiocese de Belo Horizonte, Maristas e Universidade PUC Minas.  




Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail

Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.