AVSI COMUNICA /

UNIÃO EUROPEIA VISITA JOVENS DO SEMEANDO CIÊNCIA

Ao encontrar os jovens, a chefe da delegação da UE conclui vale a pena investir no projeto
Publicada em 04/11/2014
A delegação, composta por nove embaixadores da UE, fez perguntas e respondeu dúvidas dos jovens A chefe da delegação da UE, Ana Paula Zacarias, conclui que vale a pena investir no projeto Alunos atuais e de turmas anteriores participaram da visita Além do Semeando, embaixadores visitaram outros projetos financiados pela UE Jabes Soares (à dir) apresentou o projeto para os embaixadores Jovens do projeto foram convidados a dar depoimentos sobre a experiência no curso Professores e a equipe de apoio psicossocial também participaram no encontro

 

O curso me deu independência. Na metade do programa, eu já prestava serviço de manutenção de computadores e com isso fui ganhando conhecimento na área e encontrando mais pessoas da comunidade. Hoje em dia tenho meu trabalho fixo e no tempo vago trabalho com manutenção”. Esse é o relato de Danilo Souza, de 17 anos, contente por perceber a mudança na própria vida a partir do ingresso no projeto Semeando Ciência no Pacto pela Vida.

 

O jovem é um dos alunos do projeto que recebeu na última quinta-feira, 30, a visita da União Europeia (UE), composta por nove embaixadores, incluindo a chefe da delegação, a embaixadora Ana Paula Zacarias.

 

O grupo foi recepcionado pela equipe executora do projeto, membros da AVSI Brasil e do governo do estado, como o coordenador Estadual de Juventude, Vladimir Pinheiro, e o presidente do Conselho Estadual de Juventude, Caruso Costa. O encontro ocorreu na Base Comunitária de Segurança (BCS) de Fazenda Coutos, uma das comunidades onde o curso acontece, em Salvador.

 

Síntese do encontro

 

Na Base, o Capitão Alã Carlos apresentou as instalações e explicou qual a função da unidade e as atividades que desenvolvem. Em seguida, a delegação se dirigiu à escola municipal onde se encontraram com os alunos beneficiados pelo projeto.

 

O bate-papo entre a delegação e os alunos contou com a presença do coordenador do programa Jovens Baianos, Jabes Soares. Vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), Soares comentou a proposta do projeto e enfatizou a importância da parceria com a polícia militar.

 

O Semeando tem o objetivo de preparar os jovens para o mercado de trabalho e, principalmente, diminuir os índices de violência e mortalidade nesta faixa etária da sociedade. Neste sentido, é importante o diálogo com a polícia militar e o fato do projeto acontecer apenas onde tem BCS visa aproximar a comunidade da PM”, concluiu Soares.

 

Diálogo entre jovens e embaixadores

 

Além dos atuais alunos do projeto das comunidades de Fazenda Coutos e Nordeste de Amaralina, alguns ex-alunos também participaram da atividade e contaram como estão suas vidas após a passagem pelo curso de Helpdesk oferecido pela iniciativa.

 

Lorena Almeida, 17, falou de quanto o projeto mudou sua vida. “A experiência foi ótima. Entrei no mercado de trabalho, hoje ganho meu próprio dinheiro e aprendi a me comunicar melhor, pois era muito tímida. A equipe de professores é muito boa e marcou bastante a minha vida, principalmente o acompanhamento da psicóloga. Sempre que posso venho visitá-los”, finalizou Lorena.

 

A jovem Tainá Santos, 16 anos, respondeu de maneira o projeto contribui para a sua vida. “Pra mim, está sendo maravilhoso porque à tarde eu não tinha nada para fazer. Também estou aprendendo a me comunicar melhor”, pontuou.

 

O professor Cássio Leal comentou sobre o desempenho dos alunos. “Eles participam bastante nas aulas, fazem as atividades e demonstram ter muito interesse em se destacar”, afirmou orgulhoso.

 

Sobre o motivo pelo qual a União Europeia escolheu financiar projetos sociais no Brasil, a embaixadora Zacarias afirmou: “Nós viemos ao Brasil participar do programa de Proteção dos Defensores de Direitos Humanos, pois entendemos que precisamos apoiar essas pessoas assim como o Brasil, daí esta parceria. O mundo é muito pequenino e o mundo somos todos nós. A gente não é diferente de vocês e é por isso a gente ajuda projetos como este. A UE e o Brasil, juntos, podem fazer a diferença. Para isso que estamos aqui hoje também, para ouvir de vocês: Funciona? Vale a pena? Só de olhar pra vocês eu vejo que sim”.

 

A atividade foi encerrada com a confraternização entre alunos e a delegação. “Com certeza a visita foi muito positiva, eles tiveram uma impressão muito boa sobre o projeto e principalmente entenderam que o Semeando Ciência possibilita que esses jovens tenham uma vida melhor e sejam protagonistas de suas vidas”, comentou o diretor geral da AVSI Brasil, Fabrizio Pellicelli.

 

Em Salvador, a União Europeia financia 11 projetos entre os quais está o Semeando Ciência no Pacto Pela Vida, que é executado pela AVSI Brasil em parceria com o programa Jovens Baianos, inserido na Sedes.



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail

Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.