AVSI COMUNICA /

EXPERIÊNCIA EM NOVOS ALAGADOS É TEMA DE GRAVAÇÃO PARA CURSO DO MINISTÉRIO DAS CIDADES

O curso pretende mostrar a importância do trabalho social em intervenções urbanas
Publicada em 24/02/2014

O curso “Trabalho Social em Programas de Habitação de Interesse Social” promovido pela Secretaria de Habitação Nacional do Ministério das Cidades utilizou como case para uma das 11 teleaulas a experiência do trabalho social em Salvador, realizado pela AVSI, em parceria com a Conder (Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia).

 

As gravações ocorreram nos dias 19 e 21 deste mês, em bairros de Salvador localizados na Península de Itapagipe – área de intervenção do projeto –, e na sede da AVSI, na capital baiana.

 

“O Ministério das Cidades, com o apoio da Aliança das Cidades, fez uma ampla revisão sobre o normativo do trabalho social em organizações de favelas. Resolveu-se, entre outras iniciativas, promover esse curso de ensino a distancia para que um amplo público tivesse acesso a essas novas ferramentas e serem capacitados nessas novas sensibilizações”, afirma Francesco di Villarosa, consultor do Minist­ério das Cidades.

 

Além de Alagados e Novos Alagados, também serão apresentadas atividades do “Minha Casa, Minha Vida” no bairro de Mata Escura, em Salvador, e de outros projetos sociais no Rio de Janeiro, como o Parque do Alemão.

 

As teleaulas serão veiculadas a partir de 25 de março para 5.000 técnicos que desenvolvem trabalho social no Brasil.

 

Depoimentos

Alguns ex-moradores de palafitas entrevistados compartilharam como as intervenções urbanísticas influenciaram as suas vidas. É o caso de Jailson Silva Santos, ex-aluno do Centro Educativo João Paulo II – reforço escolar que contribuiu para que tivesse uma trajetória diferente de muitos amigos do bairro.

 

Para falar sobre a participação e mobilização de organizações da sociedade civil em Salvador – um diferencial percebido na intervenção –, foram ouvidos relatos de Maria de Lourdes Nascimento, da Associação de Moradores do Conjunto Santa Luzia, Joilson Santana, presidente da CAMAPET (Cooperativa de Coleta Seletiva Processamento de Plástico e Proteção Ambiental) e Raimundo Nascimento, da Associação 13 de Junho.

 

Já a perspectiva institucional de parceiros da iniciativa foi contemplada nas gravações dos depoimentos de Fabrizio Pellicelli, diretor geral da AVSI Brasil, Regina Luz, coordenadora da Unidade Técnica do Projeto, e Graziane Amorim, responsável social, ambas da Conder.

 

Os depoimentos ilustrarão a teleaula ministrada por Lareyne Almeida, gerente de projetos e responsável da sede da AVSI na Bahia. “A experiência de Alagados ilustra que o processo de desenvolvimento de um território demanda tempo e ação de vários atores, portanto, para uma intervenção de desenvolvimento urbano ser exitosa, além de um projeto urbanístico/habitacional, é preciso a oferta de serviços sociais”, assegura Lareyne.




Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail

Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.