AVSI COMUNICA / Notícias

AVSI BRASIL É CONVIDADA PARA DEBATER QUESTÕES HUMANITÁRIAS E REFUGIADOS

Painel temático sobre experiências da América Latina e Oriente Médio foi apresentado para o grupo de trabalho do “Processo de Varsóvia”, em Brasília
Publicada em 10/02/2020
O encontro foi realizado no Palácio do Itamaraty, em Brasília

 

Integrantes de 46 países e mais de 15 organizações internacionais participaram do Grupo de Trabalho sobre Questões Humanitárias e de Refugiados, criado por ocasião da Conferência de Varsóvia para a paz e cooperação no Oriente Médio (Processo de Varsóvia). O GT esteve reunido durante três dias no Palácio do Itamaraty, em Brasília, e contou com a apresentação de painéis temáticos abordando a proteção e o acesso à educação para crianças em contextos de crises humanitárias e deslocamentos forçados no Oriente Médio.

 

A AVSI Brasil foi uma das organizações convidadas para o painel “Perspectivas comparativas sobre educação e proteção infantil em crise: experiências na América Latina e no Oriente Médio” e compôs a mesa de debates com representantes dos governos da Colômbia, Egito, Jordânia e do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Agência da ONU para os Refugiados.

 

A gerente especial da AVSI Brasil, Thais Braga, compartilhou experiências implementadas pela Fundação AVSI e apresentou a atuação da AVSI Brasil no contexto da crise humanitária venezuelana no país, destacando as atividades do projeto Promovendo a integração por meio do emprego de refugiados e migrantes venezuelanos e outras pessoas vulneráveis no Brasil, que é realizado em alinhamento com a Operação Acolhida, do Governo Federal.

 

A iniciativa tem como objetivo melhorar o acesso para o trabalho formal a migrantes venezuelanos e para a população brasileira mais vulnerável, além de facilitar a integração socioeconômica dos refugiados que estão em Roraima, com a realocação voluntária para outros estados do Brasil. Estas ações visam integrar as famílias venezuelanas com a população local facilitando a comunicação com os entes governamentais locais, como acesso à educação e à saúde.

 

O projeto, idealizado pela Fundação AVSI (sediada na Itália), com o apoio estratégico da filial nos Estados Unidos (AVSI-USA), é implementado em parceria com o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH) e financiada pelo Departamento de População, Refugiados e Migrantes (PRM) do Governo dos Estados Unidos.

 

 

Processo de Varsóvia

 

 

A Reunião Ministerial para Promover um Futuro de Paz e Segurança no Oriente Médio (Processo de Varsóvia) foi estabelecida em 2019 e é composta por mais de 60 países. O Brasil foi o sexto país a receber um grupo de trabalho temático deste processo. Outras reuniões já ocorreram na Coreia do Sul (GT sobre Segurança Cibernética), Estados Unidos (GT sobre Direitos Humanos), Bahrein (GT sobre Segurança Marítima e Aérea), Polônia (GT sobre Segurança Energética), Romênia (GT sobre Proliferação de Mísseis).

 

O evento foi promovido pelos Governos do Brasil, Polônia e Estados Unidos, cujos representantes, o ministro de estado das relações exteriores, Embaixador Ernesto Araújo, o ministro de negócios estrangeiros da Polônia, Jacek Czaputowicz, e o secretário de estado assistente adjunto para populações, refugiados e migração dos EUA, Richard Albright, respectivamente, estiveram presentes na sessão de abertura, realizada no dia 4 de janeiro.



Links relacionados

Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail
Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.