Resposta à COVID-19 no Semiárido – Estratégia SAFE

Em Andamento

Período:

  • Março a Setembro 2021

ODS:

  • 3 Saúde e Bem-Estar
  • 6 Agua potável e saneamento
  • 10 Redução das Desigualdades
  • 17 Parcerias e Meios de Implementação

Parceiros:

  • UNICEF

As acões humanitárias do UNICEF no Semiárido visam o atendimento a uma população em maior necessidade (PIN) estimada em 2,55 milhões de pessoas vivendo em 75 municípios do interior e 822 mil pessoas vivendo em alguns bairros das 04 capitais com altos índices de incidência da COVID-19, em situação de maior vulnerabilidade e com presença de comunidades indígenas e/ou quilombolas.

Ao todo, são 3,3 milhões de pessoas afetadas por essa situação humanitária, das quais 1,12 milhão são crianças e adolescentes entre 0 e 17 anos completos.

 

Objetivo: Proteger crianças, adolescentes e suas famílias, com foco na melhoria do acesso à água, promoção da higiene e proteção para prevenção e controle da COVID-19 no Semiárido através da estratégia SAFE, promovendo apoio à educação para reabertura segura das escolas, apoio à continuidade dos serviços de saúde de forma segura, envidando esforços para garantir que famílias vulneráveis tenham acesso a itens de higiene e a informações sobre prevenção do novo coronavírus.

 

Público-alvo: crianças, adolescentes e adultos, bem como profissionais da área de educação e saúde de 39 municípios do semiárido (08 municípios na Bahia, 08 municípios em Pernambuco e 23 municípios no Ceará).

 

Metodologia: Por meio de contatos iniciais com as secretarias municipais de educação e de saúde, serão direcionadas ações para 300 escolas, 39 Unidades Básicas de Saúde (UBS), além das atividades voltadas para as famílias, em especial crianças e adolescentes.

 

Ações previstas: A estratégia consiste em oferecer assistência técnica, instrumentos de autoavaliação e realizar capacitações junto aos equipamentos de saúde e educação, além de entregar kits de higiene e EPIs para a manutenção ou reabertura de serviços seguros para a prevenção de COVID-19.

É necessário também desenvolver atividades de comunicação sobre os riscos, as formas de prevenção, os aspectos relacionados a água, higiene e saneamento para prevenção e controle de infecções.

 

Resultados obtidos:

Resultado 1: Escolas em processo de preparação para a reabertura apoiadas com um pacote de prevenção de infecção pelo COVID-19 que inclui melhor acesso a água e itens de higiene em 39 municípios previamente selecionados pelo UNICEF.

Resultado 2: Escolas implementando protocolos de escolas seguras.

Resultado 3: Equipes de Unidades Básicas de Saúde apoiadas com um pacote de higiene e prevenção de infecções para garantir a continuidade segura dos serviços.

Resultado 4: Profissionais de saúde capacitados sobre o tema de água, higiene e saneamento, proteção e controle de infecções.

Resultado 5: Crianças, adolescentes e adultos alcançados com mensagens de comunicação sobre práticas seguras para a prevenção de COVID-19.

Resultado 6: Pais, cuidadores, crianças e adolescentes compartilhando suas preocupações através de mecanismos de feedback estabelecidos.

 

Nº de beneficiários atendidos de forma gratuita: 413.966