Anuncio

Moradores de Novos Alagados concluem capacitação para atuar no ramo de estética, em Salvador (BA)

Primeira turma do curso Design de Sobrancelhas recebeu certificado e o apoio do projeto Acolhidos por meio do trabalho para o crescimento profissional

Com seus certificados em mãos, 65 pessoas da região de Novos Alagados, no subúrbio Ferroviário de Salvador (BA), comemoraram a primeira formatura do curso de Design de Sobrancelhas, realizada neste mês, no Centro de Orientação da Família (COF).

O curso é uma iniciativa da AVSI Brasil, que atua na capital há 14 anos e há um ano e meio implementa o projeto Acolhidos por meio trabalho para promover, entre outras ações, a inserção de brasileiros em situação de vulnerabilidade no mercado de trabalho.

Em 2020 o projeto foi iniciado com a primeira fase de cursos na região de Novos Alagados – onde os moradores enfrentam grandes desafios para inserção e qualificação profissional – e depois de cinco meses certificou 250 pessoas com curso profissionalizante para atuar no contexto da pandemia. Deste grupo, nove pessoas foram contratadas para trabalhar na região.

A psicóloga e coordenadora do curso, Débora Oliveira, explica que a participação dos alunos foi fundamental para planejar novos cursos profissionalizantes a partir de 2021. “A proposta do curso de Design de Sobrancelhas surgiu como sugestão dos próprios moradores, que conhecem o perfil da região e sabem as necessidades do mercado local. Outra capacitação também solicitada pelos alunos, foi na área de informática e atendimento ao cliente, a qual também estamos com atividades neste ano”, explica a coordenadora.

O CURSO

A primeira turma do curso Design de Sobrancelha teve início em abril deste ano e duração de 18 dias, com aulas presenciais no Centro de Orientação da Família (COF).  Todos os alunos recebem uma apostila com textos explicativos e participam de atividades teóricas e práticas, além de oficinas ministradas por profissionais da área de Saúde, Formação Humana e um especialista da área de Design de Sobrancelhas.

Para obedecer aos critérios de distanciamento social e higienização durante as aulas, o curso não prevê práticas em modelos e o compartilhamento de materiais. O espaço prevê distanciamento adequado para comportar até 20 alunos por turma. O uso de máscara é obrigatório.

Cleidiane Silva Rocha, 30, mora com os pais e sobrinhos em Novos Alagados. Já atua na área há cinco anos e conseguiu abrir o seu próprio estúdio de estética facial há poucas semanas. “Quis aprimorar meus conhecimentos. Aprendi a usar a linha egípcia, tive noções de comportamento, inclusive sobre o vestuário adequado e como se portar profissionalmente, principalmente neste momento de pandemia. A relação com o cliente mudou e é preciso estar preparada para essas mudanças, seja no cumprimento, no atendimento e também na rotina de trabalho”, afirma.

Para a formanda, o curso proporcionou conhecimentos além da parte técnica em design de sobrancelhas, a exemplo de aulas que possibilitaram noções de administração de negócios, planejamento de custos e como obter lucro no seu próprio negócio.  “O certificado vai me ajudar muito para o crescimento profissional. Acredito que quando as clientes perceberem a diferença e o meu preparo com esta especialização, vão passar para outras pessoas, pois todos querem ser atendidos com segurança e qualidade. Um dia eu sonhei, corri atrás e com a ajuda da família abri o meu próprio estúdio. Então eu aconselho: voe alto no conhecimento, pois o céu é o limite”, afirma.

Mercado de estética também inclui a participação de homens

Jailson Menezes, 42, é um dos formandos. Ele trabalha como barbeiro há mais de 20 anos e hoje atua atendendo em domicílio. “Ter concluído o curso foi muito positivo, pois mesmo conhecendo algumas técnicas, pude tirar dúvidas e aperfeiçoar este dom. Agora pretendo me especializar ainda mais, com novos cursos, como micropigmentação, por exemplo, pois a clientela sempre está procurando profissionais atualizados”, afirma. Ele foi o único homem da sua turma e disse que isso não atrapalhou. “No início, eu fiquei um pouco acanhado, mas depois foi tudo tranquilo. Sei que estou saindo na frente de outros profissionais que não se especializaram ainda, então o curso me proporcionou desenvolvimento”.

Casado, Jailson realizou o curso junto de sua enteada, Shaiane, 21 anos, que atua também como trancista e com fotografia. Ele acredita que a parceria pode render uma sociedade para trabalharem juntos no futuro, porém não conversaram ainda sobre isso.

Inscrições abertas para novas turmas

Novas turmas estão previstas para os próximos meses. Para realizar a matrícula é preciso agendar a inscrição, que deve ser feita exclusivamente pelo whatsapp 71 99694 5580. Os pré-requisitos são:

•          Idade igual ou a partir de 15 anos;

•          CPF em situação regular

•          Comprovante de residência.

A coordenadora do curso destaca que as empresas e comerciantes locais interessados na contratação de alunos formados também podem entrar em contato no mesmo telefone. “Nós podemos agendar visitas às nossas instalações e prestamos todo o apoio para a seleção de potenciais candidatos, conforme o ramo de atuação da empresa”, explica.

CARD VAZIO