AVSI Brasil implementa formação de jovens aprendizes em Salvador

Abrir oportunidades para jovens aprendizes estimula o primeiro emprego e oferece incentivos fiscais para as empresas, destaca a coordenação do projeto

Com o retorno gradual de vários segmentos comerciais a partir de abril, conforme anunciado pela Prefeitura de Salvador (BA), a AVSI Brasil, dará continuidade à formação de jovens entre 14 a 22 anos, com cursos elaborados especificamente para empresas interessadas em contratar jovens aprendizes via Lei da Aprendizagem, na cidade.

A iniciativa será desenvolvida pelo projeto Acolhidos por meio do trabalho, que prevê a inserção de brasileiros em situação de vulnerabilidade no mercado de trabalho, entre outras ações. Além disso, a ação também visa apoiar empresas que precisam se enquadrar à legislação, com o preenchimento de cotas previstas na sua organização.

De acordo com a Lei da Aprendizagem (lei 10.097/2000) os estabelecimentos de qualquer natureza, que tenham pelo menos sete empregados formais, devem contratar aprendizes, de acordo com o percentual exigido por lei. Assim, a cota de aprendizes por empresa está fixada entre 5%, no mínimo, e 15%, no máximo, calculada sobre o total de colaboradores formais.

Entidade formadora de aprendizes

Sediada em Salvador há 14 anos, a AVSI Brasil atua na gestão de projetos sociais em diferentes áreas de desenvolvimento e emergência humanitária no Brasil e é reconhecida como entidade formadora junto ao Ministério do Trabalho e Emprego desde 2011 – tendo efetuado a capacitação de 478 jovens aprendizes na capital.

Seu papel como entidade formadora movimenta-se pela gestão educacional do aprendiz à aplicabilidade do curso teórico. A AVSI Brasil também faz a intermediação das contratações e supervisiona o desenvolvimento dos jovens junto à empresa contratante. Desta forma, a organização faz o acompanhamento integral do processo formativo do jovem aprendiz desde o processo de seleção até o final do contrato.

A coordenadora de formação técnica, da AVSI Brasil, Débora Oliveira Santos, explica que a lei assegura ao aprendiz a formação técnico-profissional metódica compatível com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico. “Dentro da legislação atual, os cursos para jovens aprendizes são aplicados em dois tipos de formação: teórica e prática. Na teórica, a AVSI Brasil constrói percursos formativos de acordo com as demandas de mercado e funções que os jovens irão exercer na empresa. Já a formação prática, é realizada na empresa contratante, sob nosso acompanhamento. Todo o processo visa o desenvolvimento pessoal e profissional dos alunos”, esclarece.

Benefícios para a empresa contratante 

Uma das maiores vantagens para as empresas que aderem ao programa, é com relação aos incentivos fiscais por parte dos órgãos públicos. Por exemplo, elas pagam apenas 2% de FGTS, estão dispensadas do aviso prévio remunerado e não são obrigadas a pagarem multa rescisória nesse caso. 

O curso

Em Salvador, as aulas práticas serão implementadas no Centro de Orientação Familiar (COF), no modelo presencial – podendo obedecer a outros critérios, com aulas semipresenciais ou completamente virtuais, de acordo com possíveis decretos locais, em decorrência da pandemia. “Temos condições e estamos preparados para receber os alunos em aulas presenciais, onde seguimos rigorosamente os protocolos de segurança, como uso de máscaras, limite controlado de participantes por sala de aula, distanciamento e utilização de álcool em gel. Porém estamos atentos aos decretos e restrições impostas pelo Poder Público e, no caso de novo lockdown, podemos implementar o curso no formato remoto, como já realizamos em períodos anteriores”, explica a coordenadora.

Jovem Aprendiz

Adolescente ou jovem entre 14 e 22 anos que tenha concluído, ou esteja matriculado em situação regular no Ensino Médio

O projeto

O Acolhidos por meio do trabalho é implementado pela AVSI Brasil e   Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), com o envolvimento da Fundação AVSI e AVSI-USA e financiado pelo Departamento de População, Refugiados e Migração (PRM) do Governo dos EUA.

SERVIÇO

O que: Cursos para jovens aprendizes em Salvador
Quando: calendário definido em conjunto com a empresa contratante, por um período mínimo de 16 meses ou máximo de dois anos
Como: em parceria com entidade formadora AVSI Brasil, em Salvador com aulas presenciais e/ou remotas (on-line)
Mais informações: pelo telefone 71 99694-5580 ou um dos e-mails debora.oliveira@avsi.org.br / aprendizes@avsi.org.br