Débora Oliveira Santos

Conheci a AVSI Brasil em Belo Horizonte/MG em 2011, período em que...

Conheci a AVSI Brasil em Belo Horizonte/MG em 2011, período em que fui jovem aprendiz no CEDUC Virgílio Resi, instituição parceira da AVSI na região.

Minha primeira atuação junto com a instituição foi em novembro de 2019 como instrutora no curso de Formação Humana na APAC de São João Del Rei – Masculina, no âmbito do projeto Superando Fronteiras, em Minas Gerais.

Em 2020 me mudei para Salvador (BA) e em julho passei a atuar como coordenadora de formação técnica no âmbito do projeto Acolhidos Por Meio do Trabalho, no qual está prevista a formação técnica de brasileiros para gerar condições mais favoráveis para o acesso a mercado de trabalho. Dessa forma, construo e coordeno cursos de formação realizados no subúrbio ferroviário de Salvador. Iniciamos com o curso de capacitação profissional para atuar no contexto da pandemia da Covid-19, e em 2021 iniciaremos outros cursos, tendo em vista as demandas e interesses da população, bem como os protocolos para atuação na pandemia. Além da parte de coordenação e construção, participo ativamente das aulas, ministrando o conteúdo de Formação Humana para as turmas.

O foco principal dos nossos cursos é que os beneficiários se sintam acolhidos e se percebam no percurso. Para isso, o ponto de partida é a formação humana e cidadã, visando o reconhecimento do eu de cada um, da realidade e do poder de transformar a própria realidade que todos carregamos, sendo protagonistas da nossa história. Isso significa que a realidade existe, mas, também existe o EU diante dessa realidade. E é esse despertamento que visamos estimular.

Atuar na AVSI é uma construção de sentido diária, em minha própria vida, da equipe e dos beneficiários. Acredito fortemente que só há aprendizagem quando há sentido, e trabalhar junto a AVSI me possibilitar um despertar diário de liberdade de criar, de encontros e marcas. Além de trabalhar com profissionais íntegros, que de fato cumprem e vivem o propósito da instituição. Por isso, mesmo sendo consultora, sinto-me completamente pertencente a todo processo, a partir do acolhimento e sentido no trabalho realizado.