AVSI COMUNICA / Notícias

EQUIPE DO PROJETO MULHERES DA PAZ VISITAM APACS DE ITAÚNA-MG

Intuito foi despertar na equipe uma visão analítica sobre alternativas para o modelo carcerário tradicional
Publicada em 10/05/2017

 

No início do mês de maio, a equipe multidisciplinar do Projeto Mulheres da Paz esteve nas APACs feminina e masculina na cidade de Itaúna para conhecer a metodologia. Estavam presentes Vanderleia Vieira, assistente social; Giselle Melo, psicóloga; Olivia Brandão, advogada; Claudia Denise e Carla Carolina, coordenadoras pedagógicas; Tamara Mattarelli, analista social; Wagner Mauricio Batista, coordenador local do projeto; Eliana Antônia, que faz parte do apoio administrativo; Alexandre Augusto, guarda municipal e a analista de projetos da AVSI, Mônica Silva.

 

A comitiva teve a oportunidade de passar pelas APACs masculina e feminina, que são referência na implementação do método apaquiano. O grupo conheceu, nas duas estruturas, como funciona o processo de recuperação do condenado por meio da laborterapia, no regime fechado. Os recuperandos (como são chamados os presos dentro da APAC) explicaram como funciona o atendimento médico, jurídico e psicológico. Mostraram como funciona a estrutura sem a presença de agentes penitenciários. Explicaram a importância do acesso à educação e ao trabalho que a APAC propicia. No sistema comum, eles não têm esse suporte.

 

Por meio da visita, o grupo constatou a eficácia do método que prepara o condenado para reinserção na sociedade de maneira harmoniosa e humanizadora. “Possibilitar a reinserção social de pessoas em cumprimento de penas, através da valorização humana, significa dar dignidade e cidadania a elas. Diminuindo assim a violência, a criminalidade e oferecendo um cidadão a mais na construção de uma sociedade justa e solidária”, comenta A advogada Olívia Brandão.

 

Sobre o projeto

O projeto “Protejo Mulheres pela Paz” é executado através da AVSI Brasil, juntamente com a Prefeitura Municipal de Betim-MG. Tem como objetivoa capacitação de mulheres e fortalecimento de redes sociais de prevenção e enfrentamento à violência urbana e de gênero, através do empoderamentofeminino.  O intuito é incentivá-las a serem multiplicadoras da paz. O projeto atenderá jovens de 15 a 24 anos. Serão realizadas atividades de formação, voltadas à prevenção e redução dos índices de violência e criminalidade, visando difundir princípios de cidadania, qualificação profissional e inclusão social.

 

 



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail
Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.