AVSI COMUNICA / Notícias

SISTEMA INOVADOR DE FILTRAGEM POR RADIAÇÃO SOLAR TRAZ ÁGUA POTÁVEL PARA O SEMIÁRIDO PERNAMBUCANO

Desenvolvido e doado pela start-up SDW, o Aqualuz, que filtra água por radiação solar, é implementado no município de Jucati (PE) junto a famílias agricultoras do projeto Jucati Sustentável
Publicada em 03/04/2019

 

Uma parceria entre a AVSI Brasil por meio do projeto Jucati Sustentável e a start-up nordestina, Safe Water Drinking for All (SDW), traz uma nova oportunidade de melhoria da qualidade de vida e da saúde para os agricultores de Jucati, no Agreste pernambucano. Foram doados 10 Aqualuz, um sistema que torna potável águas das cisternas através da radiação solar.

 

Desenvolvida pela jovem baiana Anna Beserra, CEO da start-up SDW, a tecnologia se direciona principalmente ao Semiárido, caracterizado pelo clima ensolarado e pelo déficit de água. Na Região, grande parte da população conta com cisternas para captar e armazenar água da chuva ou de caminhão-pipa. Muitas famílias, principalmente as mais pobres, consomem diretamente a água das cisternas sem nenhum tratamento, causando doenças relacionadas à água como diarreia e verminoses.

 

"Apesar de eu nunca ter tido falta de água potável, a gente via na escola a situação do Semiárido que não era muito distante de mim, que sempre morei em Salvador. Por isso, veio a ideia de desenvolver algo para ajudar. Através de vários mecanismos e testes, acabou surgindo o Aqualuz”, explica Beserra.

 

Quem tem a oportunidade de utilizar o Sistema se mostra feliz com as perspectivas de uma melhora na quantidade e qualidade de água dentro de casa: “Ser beneficiada com o Aqualuz me deixou muito feliz. Com a ajuda da equipe do projeto Jucati Sustentável, a gente aprendeu como usar e agora eu já consigo perceber a diferença na filtragem da minha água. Estou muito grata pelo resultado”, contou a agricultora familiar, Adeilda Lúcio.

 

O dispositivo, que filtra até 28 litros de água por dia, dura cerca de 15 anos apenas com limpeza de água e sabão, troca do filtro natural (com o estoque de refil já fornecido), sem precisar de manutenção externa ou energia elétrica, ou seja, dando independência de acesso à água potável a quem mais precisa.

 

A SDW

 

Sempre buscando soluções sustentáveis, Anna começou a ter ideias ainda na adolescência. Hoje, é reconhecida internacionalmente e ganhadora de prêmios como: Champion of Water Challenge by UM, no Fórum Mundial da Água 2018, e o Young Water Solutions Fellowship 2018.

 

Durante todo o desenvolvimento houve essa preocupação com quem iria usar e como seria feita a manutenção e os riscos. “A gente sempre ia em campo e fomos trabalhando com pessoas especializadas para que o produto fosse feito de forma bem simples, para que qualquer pessoa pudesse mexer, além do auxílio das ONGs, que é fundamental no apoio para a implementação e disseminação entre as camadas mais vulneráveis da população”, relatou Beserra.

 

 

Entenda como funciona o Aqualuz

 

Benefícios:

 

  • Solução que potabiliza a água da cisterna destinada ao consumo humano;
  • Redução dos índices de doenças de veiculação hídrica;
  • Redução da necessidade de cloração da água de cisterna;
  • Redução da necessidade de implantação de dessalinizadores nas comunidades onde o Aqualuz é implantado.

 

Das soluções usadas pelas famílias do Semiárido para potabilizar a água, o Aqualuz traz inúmeros diferenciais quanto à praticidade, durabilidade e eficiência, baixa manutenção, não necessita de adição de químicos, conforme demonstra a tabela.

 

Limitações:

 

  • Não resolve problemas de contaminações por metais, químicos, elementos radioativos nem de salinidade;
  • Funciona apenas com a presença do Sol, e em dias nublados requer mais tempo de exposição.

 



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail
Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.