AVSI COMUNICA / Notícias

CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DO CORONAVÍRUS É REALIZADA EM ESPANHOL PARA MIGRANTES VENEZUELANOS EM SANTA CATARINA

Anny Liliana, beneficiária do projeto Acolhidos por meio do trabalho, protagonizou duas ações pela prefeitura de Xanxerê e Chapecó
Publicada em 08/04/2020

 

Quando a venezuelana Anny Liliana deixou Boa Vista (RR) com destino a Xanxerê (SC), em fevereiro deste ano, não imaginava que seria uma das protagonistas de duas campanhas de conscientização sobre o novo coronavírus, no estado de Santa Catarina. Uma para a Prefeitura da cidade onde reside, e outra para a Prefeitura de Chapecó, distante 45 quilômetros.

 

Tudo começou quando um vizinho brasileiro pediu para Anny ler uma mensagem da campanha em espanhol. Por apresentar boa leitura e desenvoltura, a venezuelana foi convidada para participar da ação de conscientização dirigida para migrantes da região Oeste catarinense.

 

“Acho que foi muito importante, porque os venezuelanos entendem pouco o português e fiquei feliz por ajudar a transmitir essa mensagem”, disse a migrante que nunca havia participado de uma campanha antes.

 

Anny foi uma das 86 pessoas interiorizadas para Santa Catarina em fevereiro, pelo Acolhidos por meio do trabalho -  projeto gerenciado pela AVSI Brasil, com o envolvimento da Fundação AVSI e AVSI-USA, e parceria do Instituto Migrações e Desenvolvimento Humano (IMDH), financiado pelo Departamento de População, Refugiados e Migração (PRM) do Governo dos Estados Unidos. A interiorização dos venezuelanos para Santa Catarina também contou com o apoio do Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugados.

 

Mãe de cinco filhos, Anny reside com quatro deles e o companheiro, que foi selecionado para iniciar as atividades em uma empresa frigorífica na cidade de Seara. Na casa da venezuelana as recomendações de precaução com a COVID-19 estão sendo seguidas. “Estamos nos prevenindo. Tenho ficado em casa e orientado as crianças para que não saiam. Também ensino que é importante lavar sempre as mãos e utilizar o álcool em gel para finalizar a higienização”.

 

 

A campanha

 

Nas gravações em vídeo e áudio, Anny ressalta as recomendações das prefeituras para as pessoas que apresentam os sintomas como febre, tosse e falta de ar, procurem o Centro de Atendimento ao coronavírus. Os imigrantes também são orientados quanto a lavar as mãos com água e sabão, fazer uso do álcool em gel, evitar aglomerações e permanecer em casa.

 

Segundo a assessora de imprensa e comunicação da Prefeitura de Xanxerê, Solange Oro, com a propagação do coronavírus na cidade, a equipe pensou em uma ação que pudesse atingir os imigrantes que vivem em Xanxerê e que ainda não estão familiarizados com o português. “A campanha é veiculada em crioulo e espanhol, especificamente nos bairros mapeados aonde eles residem e também através de Whatsapp”, explica a assessora.

 

Já em Chapecó, a campanha foi realizada em três idiomas (francês, crioulo e espanhol) com o intuito de alcançar os 7,5 mil imigrantes que atualmente estão na cidade.

 

Confira aqui o vídeo com a participação de Anny.



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail
Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.