AVSI COMUNICA / Notícias

UMA NOVA VIDA PARA A FAMíLIA ROJAS EM SEARA (SC)

Ricardo e sua família foram interiorizados para Santa Catarina através do projeto Acolhidos por Meio do trabalho
Publicada em 18/05/2020
A família Rojas foi interiorizada para Santa Catarina em fevereiro 2020

 

Depois que decidiu sair da Venezuela para o Brasil e viver cerca de um ano em Boa Vista (RR), o venezuelano Ricardo José Blanco Rojas, 49, começa uma nova história em Santa Catarina, estado para o qual foi interiorizado junto com sua família em fevereiro de 2020.

 

A interiorização da família Rojas para a cidade de Seara, no interior do estado, aconteceu por meio do projeto Acolhidos por meio do Trabalho, uma iniciativa da AVSI Brasil em parceria com o Serviço Jesuíta para Migrantes e Refugiados (SJMR). Ricardo e o irmão foram selecionados para trabalhar em um frigorífico local, e o projeto disponibilizou acomodação temporária por três meses para a família, além de garantir uma assistente social com o propósito de ajudar na adaptação familiar junto à população local, além de acompanhar os dois no novo ambiente de trabalho.

 

“Avalio um esforço sobre-humano da AVSI Brasil em garantir esta oportunidade para minha família. É um esforço muito bonito. São pessoas com o coração grande e peço à Deus que os abençoe”, afirma Ricardo.

 

Na Venezuela, Ricardo foi chefe de polícia por muito tempo na cidade de Maturín (estado de Monagas), mas nos últimos tempos a situação econômica do país não permitia mais que ele e sua família conseguissem sobreviver, levando-os a deixar tudo para trás para tentar uma nova vida no Brasil. “Antes da crise, tínhamos uma vida normal. Todo mundo trabalhava e a gente tinha como manter as coisas. Foi complicado deixar todas nossas referências, amigos, tudo para ter uma nova vida, mas graças à Deus agradeço pelo fato do Brasil ter aberto as portas e de eu estar trabalhando hoje”, relembra.

 

Sobre a adaptação na nova cidade, Ricardo avalia de forma positiva. “Agora tenho uma perspectiva para viver. Ter um futuro, trabalhar e fazer uma nova vida”. O venezuelano destacou que a única dificuldade foi a adaptação com frio na região, já que o clima do seu país de origem é muito diferente ao do Oeste catarinense, onde a temperatura é muito baixa.

 

A família Rojas foi uma das primeiras que se organizou para sair da acomodação temporária de três meses, prevista no projeto Acolhidos por meio do Trabalho. Agora Ricardo já mantém a família numa casa alugada em seu nome e não depende mais do benefício. “Daqui para frente, a única expectativa é manter nossa qualidade de vida. Pretendo trabalhar cada dia mais e garantir o bem-estar da minha família”, prevê o venezuelano.

 

 

O projeto

 

O Acolhidos por meio do Trabalho é um projeto implementado pela AVSI Brasil e Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), com o envolvimento da Fundação AVSI e AVSI-USA e financiado pelo Departamento de População, Refugiados e Migração (PRM) do Governo dos Estados Unidos.

 

Entre as principais ações, o Acolhidos por meio do trabalho prevê a colocação no mercado de trabalho e interiorização de venezuelanos adultos com suas famílias, além da colocação no mercado de trabalho de brasileiros em situação de vulnerabilidade social; e cursos preparatórios vinculados ao mercado de trabalho e de língua portuguesa e formação em direitos e deveres laborais, entre outros aspectos.



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.