Oficina sobre reuso de materiais e empreendedorismo é realizada em comunidade no Piauí

Parte do Programa de Qualificação de Desmobilização de Mão de Obra, a ação foi desenvolvida nas áreas de influência dos empreendimentos da Enel Green Power

Voltada para os moradores das comunidades rurais de São Gonçalo do Gurguéia (PI), em fevereiro e março deste ano, foram realizadas oficinas Reuso dos Materiais da Obra e Empreendedorismo. A iniciativa faz parte do Programa de Qualificação de Desmobilização de Mão de Obra e Materiais Recicláveis e Reutilizáveis da Obra, desenvolvido no Parque Solar São Gonçalo e Complexo Eólico Lagoa dos Ventos, municípios das áreas de influência dos empreendimentos da Enel Green Power.

As oficinas foram realizadas na comunidade de Araras, na Escola Municipal Santa Maria, com o objetivo de desenvolver profissionalmente a população local através da qualificação de mão de obra e da cadeia de valor local. Ao todo, 14 moradores participaram dos encontros.

Para viabilizar a ação, dois marceneiros foram responsáveis por conduzir as atividades relacionadas ao reuso dos materiais da obra. A partir dos materiais sobressalentes como madeira de pallets, bobinas e madeira de embalagens especiais, foram produzidos móveis, utensílios domésticos, brinquedos e objetos de decoração. As madeiras doadas para o projeto totalizaram 4.200 kg, e os objetos produzidos são comercializados com a arrecadação pela venda dividida entre os participantes da atividade.

Já na oficina de Empreendedorismo, que teve como foco a criação de grupos produtivos, aconteceu com a participação de um psicólogo como facilitador. Neste caso, foram apresentados conteúdos para o desenvolvimento da capacidade de gestão e ferramentas que facilitam a rotina dos empreendedores. O grupo finalizou o percurso formativo preparado para se organizar administrativa e financeiramente, com conhecimentos para planejar ações que garantam a sua sustentabilidade futura, através de ferramentas de marketing, vendas, branding, entre outros.

Ao final dos encontros, a maioria dos participantes avaliou as oficinas de forma positiva. Além disso, alguns beneficiários demonstraram domínio das técnicas básicas de marcenaria ensinadas e confeccionaram móveis para suas próprias residências.