AVSI COMUNICA / Notícias

APRENDIZES AMPLIAM SEU REPERTÓRIO CULTURAL COM VISITA A EXPOSIÇÃO

A iniciativa faz parte do programa de aprendizagem do projeto Semente de Ciência
Publicada em 19/02/2019

Os Jovens Aprendizes do projeto Semente de Ciência visitaram o Espaço Caixa Cultural Salvador, como parte do programa das oficinas de aprendizagem. Localizada no centro histórico de Salvador, a Caixa Cultural fomenta a cultura com exposições de artistas brasileiros, eventos diversos e oficinas de artesanato.

 

A ideia de levar os aprendizes a esse espaço foi da professora Beatriz Andrade, responsável pelo acompanhamento dos aprendizes do projeto Semente de Ciência. “Muitos dos jovens não sabiam da existência desse lugar e nem que é gratuito. Então, essas visitas são importantes para eles ampliarem as suas visões, para conhecerem novos locais acessíveis e expandirem os seus repertórios culturais”, comenta.

 

Os jovens visitaram exposição em cartaz “SPETO - Art Pelo Mundo”, do artista Speto, grafiteiro paulistano dos anos 90, atualmente considerado um dos principais nomes da arte de rua do país. Os aprendizes demonstraram grande interesse nas obras fazendo perguntas e participando das questões levantadas pelo guia.

 

“Eu achei muito interessante porque me lembrou de algo que aprendemos na oficina (do programa de aprendizagem do projeto), que é enxergar de outros ângulos, enxergar a história além daquele grafite, observar os traços, cada detalhe antes de dizer algo. Eu já admirava grafite e depois de conhecer algumas obras do Speto passei a admirar ainda mais”, enfatiza a aprendiz Kerolyn Nancy, 21 anos.

 

O objetivo da visita, além de apresentar mais um local de cultura soteropolitana, é o de visualizar assuntos já abordados em oficinas. O aprendiz Bruno Ribeiro, 17 anos, exemplifica: “Nas oficinas, Bia (que acompanha os aprendizes) sempre dava ênfase em ver todos os lados do que estamos fazendo, como numa discussão, em que os dois lados podem estar certos, numa situação do dia a dia do trabalho, e o guia falou algo que relacionei a isso: ‘Na arte não existe um modo certo de apreciar a obra’. Achei muito importante essa ligação”.

 

Laís Correia, 19 anos, jovem aprendiz há um ano, diz que a visita complementa o aprendizado que tiveram em sala. “Em uma oficina, levamos a cultura do subúrbio para quem não morava lá, então por que nós não podemos conhecer a cultura de outros lugares? Acho que o intuito da visita é levar cultura e conhecimento, trazer a arte pra perto da gente e de forma gratuita. Então, além de cultura, conhecemos outras possibilidades”.

 

Semente de Ciência

O projeto Semente de Ciência é desenvolvido pela AVSI Brasil, com o financiamento do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).



Links relacionados


Compartilhe
Imprimir ou enviar por e-mail
Mais Notícias

 






Sede: Salvador - Bahia - Brasil / 71 3555-3355 / salvador@avsi.org - Filiais e escritórios: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.